Consórcio tem alta de 10,2% em veículos leves


 

Em todo o ano de 2016, a venda de novas cotas de consórcio para veículos leves (automóveis e utilitários) somou 1,1 milhão de unidades, registrando alta de 10,2% sobre 2015, apesar de o segmento ter recuado 19,8%. Ainda entre os leves, as contemplações somaram 523,5 mil, repetindo o resultado do ano anterior. 
 
Os números foram divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac). No resultado geral para veículos, porém, o setor de consórcios registrou queda, especialmente por causa do fraco desempenho das motos em 2016. 
 
Segundo a Abac, a venda de novas cotas para motocicletas no ano passado somou 875,6 mil unidades, volume 18,2% menor que o de 2015. As contemplações totalizaram 637,9 mil unidades, queda de 16,6% ante 2015. De acordo com a entidade, os números do setor retratam o forte impacto da crise nas classes C, D e E. No entanto, assim como 2015, o consórcio teria respondido por sete em cada dez motos zero-quilômetro vendidas no País.
 
Os veículos pesados (caminhões, ônibus, semirreboques e implementos) também registraram queda. A venda de novas cotas em 2016 somou 51,1 mil unidades, recuando 6,8% ante 2015. E as contemplações, 30,2 mil, caíram 5,3%. Para a Abac, tendo em vista a queda de produção e vendas de cerca de 30% para os caminhões e ônibus, os consórcios tiveram resultado significativo, com estabilidade em consorciados ativos (eles eram 280,5 mil em dezembro de 2016, ante 278 mil em dezembro de 2015). 
 
No balanço entre todos os segmentos (leves, pesados e motos), a venda de novas cotas registrou queda de 4,7%. E as contemplações ficaram 9,8% abaixo do total anotado em 2015.
 
Fonte: REDAÇÃO AB - http://automotivebusiness.com.br/noticia/25272/consorcio-tem-alta-de-102-em-veiculos-leves
Imagem: CC0 pixabay.com